Sobre azia, causas, o que é

Azia, também conhecida como refluxo gastroesofágico, ou simplesmente refluxo, é a sensação de queimação causada pelo retorno do suco gástrico para o esôfago. Quando comemos, os alimentos percorrem o esôfago e, antes de chegar ao estômago, atravessam o esfíncter esofágico inferior que deve manter-se fechado após a passagem do bolo alimentar para impedir que os ácidos digestivos refluam pelo esôfago acima. Às vezes, porém, os músculos desse esfíncter perdem a elasticidade e permanecem abertos, permitindo o refluxo que causa dor e a queimação típica da azia.
Geralmente, a acidez estomacal ocorre após as refeições. O estômago cheio pressiona o suco gástrico que flui para o esôfago, porque o funcionamento do esfíncter está alterado.
A hérnia de hiato, causa mais freqüente do mau funcionamento do esfíncter esofágico inferior, é responsável por muitos casos de azia.

Alimentos que podem causar azia: (não deve comer)
* Café, chá, refrigerantes tipo cola e cafeinados
* Álcool
* Chocolate
* Frutas cítricas
* Tomate e molho de tomate
* Alimentos apimentados e gordurosos
* Hortelã

Recomendações, o que fazer, como combater a azia, remedio para azia, tratar azia, tratamento para azia, dicas

Faça refeições mais leves. Sente-se e coma sem pressa, mastigando bem os alimentos;
Não pratique exercícios físicos, nem se abaixe ou se curve após as refeições;
Evite beber durante as refeições. Bolo alimentar mais consistente tem menor probabilidade de causar refluxo;
Não use cintos ou roupas apertadas na região do abdome;
Tente perder peso. A obesidade pode aumentar a incidência de azia;
Evite chás, café, bebidas alcoólicas, chocolate e comidas gordurosas. Procure analisar os alimentos ingeridos antes das crises para identificar os possíveis causadores dos sintomas;
Não fume;
Aumente a salivação com gomas de mascar ou balas duras. A saliva pode aliviar a dor;
Evite refeições perto do horário de deitar-se. Durma com travesseiros mais altos ou eleve a cabeceira da cama com um calço;
Antiácidos podem aliviar os sintomas, mas seu uso excessivo deve ser sempre evitado, especialmente por portadores de glaucoma, diabetes, doenças cardíacas porque o sal neles contido pode elevar a pressão arterial.

Prevenção da azia, evitar

Se azia acontecer quando estiver deitado, elevar a cabeça com travesseiros ou sentar geralmente provê alívio, porém deve-se ter cuidado para evitar colocar estresse contínuo no pescoço. Procurar não consumir certos alimentos antes do horário de dormir também é aconselhável para evitar ataques de azia.

Tratamento com antiácidos

O tratamento diário com antiácidos é eficiente em 25-30% das pessoas com doença do refluxo gastrintestinal. Medicamentos bloqueadores de ácido são mais eficientes para casos mais leves.

Dieta restritiva

Um dieta restritiva é importante, já que 90-95% dos que sofrem com azia podem relacionar os sintomas a alimentos específicos. Assim, é importante que pessoas que sofrem de azia controlem sua dieta escolhendo os alimentos e bebidas que têm menor risco de causar refluxo ácido e evitando os que são principais disparadores da azia.

Fontes: drauziovarella e copacabanarunners